Arquivo para setembro, 2009

Linux – Lentidão no acesso a internet

Posted in Dicas, Linux, Tecnologia with tags , on 29 de setembro de 2009 by fchevitarese

Boa tarde!!!!

Bom, procurei por muito uma solução para um “problema” que vinha ocorrendo comigo!

Contratamos uma internet de 10 MB aqui na empresa, serviço prestado pela excelente GVT. Digo excelente à nível de atendimento, pois, em todos os problemas que tivemos aqui, fomos prontamente atendidos com a maior boa vontade e cortesia! Não bastasse isto, o fato de não ter de esperar ao telefone por um atendente também é algo que conta muito a favor!!! Mas não é disto que se trata este post!

Quando trocamos de provedor, comecei a notar que, quando eu utilizava o windows, as páginas eram abertas muito mais rápidas pelo Mozilla do que quando estava no meu querido Ubuntu 9.04! E digo muito mesmo!!! Tudo que eu digitava, ficava localizando por mais ou menos uns 15 a 20 segundos… Isto é realmente irritante! Ainda mais quando você se acostuma a digitar na barra de endereços e ele já renderiza a página pra você!!!

Eis que um amigo meu, encontrou em algum lugar que não sei onde, uma possível solução para tal problema! Digo possível pois pode ser que não funcione para você, mas pra mim funcionou 😉

Segue então o que se deve fazer como tentativa de resolução deste incômodo problema!!!

Postado Originalmente por gesousa
O que ocorre é que na versão 9.04 o ipv6 vem ativo no kernel e não mais como modulo, então as dicas antigas não vale mais… há ainda outro problema, pois como ele vem no kernel, vc deveria poder desabilitar ele pelo sysctrl, mas há um bug que impede isso .. então o jeito é desativar isso manualmente…

Aplicações -> Acessórios -> Terminal

sudo su

echo 1 > /proc/sys/net/ipv6/conf/all/disable_ipv6

verifica se a configuração entrou em efeito

cat /proc/sys/net/ipv6/conf/all/disable_ipv6

como disse há um bug e para que a configuração entre em efeito é preciso desabilitar a placa de rede manualmente também…

Veja qual o endereço da sua placa de rede ipv6

ip a | grep inet6

ex:
inet6 ::1/128 scope host
inet6 fe80::a00:27ff:fe34:224b/64 scope link

agora desative o ipv6 na placa de rede

ifconfig eth0 inet6 del fe80::a00:27ff:fe34:224b/64

verifica se foi apagado

ip a | grep inet6
inet6 ::1/128 scope host

há outra forma seria compilando o kernel …;

http://www.bigo72.com/09/04/2009/dis…nty-jackalope/

ainda sobre a questão encontrei um patch para o kernel para poder utilizar o sysctrl

https://bugs.launchpad.net/ubuntu/+s…ux/+bug/351656

Abraços!!!!
Anúncios

Django – Instalando apps no UolHost

Posted in Django, Programação, Python, Tecnologia with tags on 28 de setembro de 2009 by fchevitarese

Salve salve!!!

Estou fazendo este post para consertar uma “falha” minha!!! Oh yes!! Falhei quando falei que não era possível adicionar novos módulos, ou apps que você pega no code.google.com no uolhost!

Da pra instalar sim! Após uma conversa com um atendente, eu na minha petulância, achei que a informação dele não tinha nada a ver!

Eu abri um chamado pedindo para que fosse instalado o django-pagination no servidor, porque seria bom pra muita gente blá blá blá!!

E ele me disse:

“Senhor, você pode instalar diretamente em sua home”

E eu, pensei… Mas que cara burro!!! Já falei que não consigo instalar via easy_install … Porque ele ta me falando isto!!!

Eis que surgiu a lâmpada mágica!! Se houver a opção de alterar o local onde ficarão os arquivos, basta depois eu adicioná-los ao Path do Python 😉

Então, entrei lá… e digitei… python setup.py install help

Me foi mostrado todas as opções de instalação, incluindo a que imaginei… Veja abaixo:

instalando_modulo

Então, basta você digitar o comando “python setup.py install –home ~/”

Vai instalar tudo certinho. Depois, você adiciona os arquivos ao PATH! Like this:

“export PYTHONPATH=$HOME/lib/python”

Bom, pelo menos, todos os pacotes que precisei instalar foram para o mesmo lugar!!!

A única coisa que fiquei puto, foi que não consegui instalaro Django-amf, por causa da versão do python que está instalada, que ainda é o 2.4…. Isto me ocasionou alguns problemas com o pacote django-picasso, que faz a sincronização das fotos do Picasa Web com a sua página.

Fora isto… Está de mais!!!

Abraços.objects.all()

3° Fórum de Tecnologia em Software Livre

Posted in Tecnologia with tags on 23 de setembro de 2009 by fchevitarese

Fórum de Tecnologia em Software Livre

Mais um evento para a galera 😉

Para mais informações, clique na imagem 😉

Abraços!!!

Em defesa da meritocracia e qualidade no ensino

Posted in Artigos interessantes ... on 22 de setembro de 2009 by warleialves

Após a leitura deste post http://www.pinceladasdaweb.com.br/blog/2009/09/21/a-qualidade-do-ensino-superior-no-brasil , considerei comentar no próprio blog do autor, mas acabei por falar um pouco sobre a minha própria experiência e ponto de vista, ele  atingiu o tamanho de post achei melhor publicá-lo aqui no blog do Fred.

No post, para aqueles que não o leram, o Pedro Rogério relata a sua situação, alguém que, mesmo tendo um conhecimento profundo e amadurecido na área do web design, mesmo sendo já um profissional reconhecido no mercado, procura uma instituição de nível superior para obter um “canudo”, porque grande parte das empresas exige um. E ele se depara com o despreparo de alguns professores. Enfim, uma situação recorrente no mercado de cursos de tecnologia em função do ciclo vicioso que se cria pois, este professores possivelmente foram alunos de outros do mesmo nível.

Tem um amigo meu que era gerente de infra em uma empresa que atendemos e ele tem formação em administração de Redes e admitiu, irritado, que não havia aprendido quase nada na faculdade e que havia poucos professores com o nível de conhecimento necessário. Teve que bater cabeça sozinho e se virar nos 30 para encarar o mercado de trabalho.

Já ouvi falar de casos, como o relatado pelo Pedro sem seu blog, em que o professor não domina os conceitos ao ponto de ser capaz de ilustrá-los e ou aplicá-los sem o uso de uma ferramenta específica como SQLServer da Microsoft ou DreamWeaver da Adobe. É como usar uma calculadora para ensinar matemática. Ensinam como ser especialista em um determinado produto ou ferramenta e não a ter domínio sobre a matéria em questão. Eu pessoalmente conheço profissionais que são IT Manager ou algum nome pomposo assim, que lecionam em faculdades particulares e afirmo pelo que pude observar que não estão aptos a fazê-lo e  o faz muito mais pela vaidade própria e a carência de profissionais mais bem preparados do que pela competência.

Estou neste mercado há cerca de 20 anos. Embora eu tenha freqüentado um curso técnico de eletrônica há muitos anos atrás, todo o meu desenvolvimento nesta área foi por conta própria. Já programei de assembler MOS 65xx, Zilog Z80 e Intel x86 a linguagens como C/C++, Pascal, Java, php e Python. Vi este mercado crescer e amadurecer e, ao longo do processo, fui assimilando e dominando o que de novo surgisse. Consumindo toda informação disponível. Hoje sou sócio de uma empresa e é bem provável que se eu precisasse procurar emprego fatalmente eu seria barrado em um processo seletivo por  falta de formação acadêmica.

Por outro lado, digo que a cultura de negócio no nosso país também influencia muito. Por exemplo, há algum tempo atrás antes de me associar à minha empresa, eu fui sondado por uma headhunter de uma popular multinacional de tecnologia para contratação imediata e, mesmo deixando claro desde o início que eu não possuía formação acadêmica ela persistiu, e só desistiu quando eu disse que embora eu leia e escreva e até entenda com certa facilidade, eu não sou fluente em inglês.

Vale também lembrar também que empresas importantes na área de tecnologia da informação como a Oracle, a Microsoft e a Apple nasceram e cresceram com a colaboração, iniciativa e capacidade de pessoas sem formação acadêmica.

Pra finalizar, digo que não desprezo a formação acadêmica de forma alguma mas penso também que ela, por si só, não deve ser critério para avaliar um profissional nesta área, principalmente se for levado em conta o baixo nível de algumas instituições no nosso país. Em minha opinião o mercado de informática como um todo é meritocrático e tem muita gente boa de serviço sem “canudo” atuando nele e bem posicionada. Mas por ser a formação acadêmica um investimento pessoal antes de tudo, acho que o MEC tem o dever de melhor fiscalizar e avaliar as instituições de ensino superior porque se desconsiderarmos pessoas como o próprio Pedro Rogério e outros que se preparam, buscam e têm real interesse pelo conhecimento, estão inundando o mercado com profissionais que não estão devidamente preparados e que, em alguns casos, tornam-se professores. A impressão que eu tenho é que o governo sabe que isso acontece mas prefere permitir se produzir formados em nível superior a toque de caixa para fazer número. Assim como a escola plural que estatisticamente reduz o índice de reprovação e melhora a qualidade do ensino fundamental.  Estatisticamente eu disse! Porque na prática o que vemos no dia a dia é de causar imensa preocupação quanto ao nosso futuro.  Nos fóruns, listas de discussão, comentários de matérias em sites de notícias e redes sociais, o nível de conhecimento geral e o domínio do português com que me deparo é algo horripilante!

Saudações as todos!

Python – Dive into Python 3

Posted in Programação, Python, Tecnologia with tags on 21 de setembro de 2009 by fchevitarese

Salve salve!!!

Mais um excelente material disponibilizado pra gente ein …

Livro Dive into Python 3 … Ele é em inglês … (às vezes da uma fadiga né) rsrsrs

http://diveintopython3.org/

Abraços

SIS – “S”ofrimento “I”nfinito “S”em fim …

Posted in Linux, Tecnologia with tags , , on 18 de setembro de 2009 by fchevitarese

SIS

Bom dia!!!

Desde que a empresa que trabalho adquiriu um notebook da marca CCE para que eu pudesse ter mais mobilidade em meu trabalho, e também, para que tivesse uma máquina melhor, fui desvendando os mistérios dos famigerados chipsets da SIS.

Pra ser sincero, eu já havia visto em muitas participações em fóruns, a ocorrência de vários e vários problemas com relação à este chipset. Mas, como o note já vinha com Linux, eu imaginei que estes problemas ou já haviam sido resolvidos, ou pelo menos seriam bem menores do que eu já havia visto, pois estes problemas acontecem desde sempre 😉

Como todos sabem da triste história, foi uma peleja instalar o Ubuntu neste notebook. Não botava por causa do Bluetooth. Não bootava por causa do acpi… Não bootava por uma série de coisas …
Mas enfim, consegui fazer com que funcionasse, e esta solução foi o motivo maior da criação deste blog, pois eu fiquei tão enfurecido, que resolvi ajudar os outros clientes a fazer funcionar o Ubuntu neste notebook, haja visto que no fórum do Ubuntu são diversos tópicos relacionados a este assunto.

Depois de instalado, a novela foi para configurar o vídeo. Depois de várias e várias e várias e mais várias tentativas, eis que encontrei um driver que funcionava. 2d mas funcionava.
Como sou um usuário “fuçador”, ou seja, gosto de instalar e testar softwares, e brincar com as configurações, fui fuçando e fuçado até que minha instalação ficou inviável de se trabalhar …
Resolvi formatar, e como tenho uma péssima memória, recorri aos meus próprios posts para reinstalar a “praca” de vídeo.
Eis que … Não funcionou! Incrívelmente não funcionou o driver que postei aqui nem a porretada. Estranhamente também, o Ubuntu passou a carregar normalmente sem ter que matar o maldito processo do Bluetooth que travava o sistema.
Uma incógnita… Uma coisa sem nexo, lógica ou qualquer coisa que possa explicar esta situação.
Mais uma vez, busquei pela internet e encontrei um post salvador no Viva o Linux que tinha outro driver, que funcionou bem e ao meu ver, até melhor que o anterior.
Mas como as aventuras não param, ferrei com meu sistema novamente (rsrsrs). Desta vez, resolvi formatar porque não estavam sendo reconhecidos os 2 processadores da máquina, e de tanto eu mexer, parou foi tudo. Nada funcionava…
Backups etc…
Boa, instalei tudo normal. Configurei o vídeo, 2 processadores (só as teclas de função que não funcionam mesmo…) e tals..
Fui ouvir um mp3, e …. Porra!!!! Cadê o som caralho!!!

Cacete velho, essa merda não reconheceu o som!???? Das outras vezes foi reconhecido… Das outras vezes!! Fiz tudo como antes!
Mas que porra!!! Me desculpem os palavrões, mas não tem como não ficar enfurecido!!

Solução… Google… Google… Google…. até que… Fórum do Ubuntu 😉
Tive que recompilar o ALSA, adicionar as paradinhas do meu driver de som … e … putz… funcionou!

Mas alguém pelo amor de Deus me explique porque diabos essa merda de som não foi reconhecido?!

Agora eu pergunto:
Será que é problema mesmo da SIS? Será que é bug do Ubuntu!?

Como pode um sistema, não dar boot com bluetooth, depois aceitar o mesmo sozinho?!
Como pode reconhecer uma placa de som na primeira instalação e depois não?!

Bom, agora que já estou mais calminho, segue o link salvador que me ajudou a configurar o som deste notebook!!

E digo mais, apesar de ser uma “máquina” boa, ou seja, com um bom processador, boa quantidade de memória, hd etc… Não recomendo para ninguém um notebook da CCE, a menos que eles troquem de fornecedor de placa mãe!

Bom, no mais é isto.. só passei pra falar essas bobeiras mesmo 😉

Agora segue o link 😉

Ubuntu Forums – View Single Post – ALC889a: properly working under *buntu?

Abraços!!

Python – Aprenda computação com python…

Posted in Programação, Python, Tecnologia with tags , , , on 18 de setembro de 2009 by fchevitarese

Bom dia!!!

Segue o link para download de um livro, que por sinal é muito bom…

Foi divulgado na lista de discussão de python 😉

Aprenda computação com Python

Abraços e bons estudos 😉

Fred Chevitarese – GNU/Linux